O líder da oposição Juan Guaidó que se autodeclarou presidente interino da Venezuela com o apoio dos EUA, pode enfrentar uma pena de até 30 anos de prisão por violar uma proibição de viajar. fonte:Sputniknews